domingo, 20 de janeiro de 2008

Cavalera no Tietê - uma aventura em vídeo!

Biti Averbach não teve medo - nem da chuva, nem dos gases tóxicos! - e encarou o desfile da Cavalera à beira do rio Tietê. Ela registrou tudo em vídeo, do começo ao fim.

O povo da moda se encontrou às 10:30hs da manhã no hotel Hollyday Inn, ao lado do Sambódromo. De lá, pegamos um ônibus rumo à Marginal Tietê.

video
Com a câmera na mão e nenhuma idéia na cabeça (afinal, ninguém sabia muito bem o que ia acontecer), me dirigi à barca que estava atracada na margem do rio. Ela tinha 3 andares e eu fiquei no terceiro, que era descoberto.
video
Ao som de uma sirene, os modelos surgiram, em fila indiana.
video
Não havia trilha sonora. Os modelos foram descendo as escadas até amargem. Silêncio (em termos, ouvia-se o som dos carros passando na avenida molhada).
video
Na paisagem urbana/industrial, ao lado do rio poluído, os modelos se movimentam a esmo.
video
Uma nova sirene sinaliza a hora do término do desfile/performance/protesto/experiência.
video
João Quimio Nojiri, coordenador do projeto Navega São Paulo, explica o uso das barcas no programa de conscientização ambiental.
video
Várias pessoas me perguntaram sobre a experiência do desfile. Eu diria que foi uma aventura interessante. A chuva não estava muito forte e o mau cheiro do rio não era tão ruim quanto se imaginava. Não foi uma catarse, mas algo mais melancólico e poético.

As roupas eram adequadas ao universo streetwear de luxo da marca, com formas amplas, cores fortes e boas misturas.

Como ação de marketing, considero pertinente --em sintonia com as preocupações ecológicas do público jovem da marca. E eficiente, porque as imagens impactantes devem reverberar na mídia.

*Veja também as fotos no nosso Flickr.

Nenhum comentário: